Qualificação da Oceânia para o Mundial 2011: Tahiti 4 – 1 Ilhas Salomão

26 Fev

Torneio de Qualificação da Oceânia para o Mundial FIFA 2011

OFC Beach Soccer Championship Tahiti 2011

Sexta-feira, 25 de Fevereiro

Última jornada da fase de grupos:

12h30 (Tahiti), 22h30 (Lisboa)

Tahiti vs Ilhas Salomão

1º Período

Pontapé de saída por parte das Ilhas Salomão. Primeiro livre directo a pertencer ao Tahiti numa posição frontal à baliza. Um grande remate de Labarte para uma grande defesa de Fred Hale.

Muitos remates na fase inicial do jogo para os dois lados, com transições para o ataque muito rápidas por ambas as equipas.

Em 2 minutos, grande lance proveniente de um lançamento lateral do Tahiti, cabeceando a raspar o ferro o número 9, Naea Bennett e novo remate perigoso da formação do Tahiti por intermédio de Teva Zaveroni, depois de uma perda de bola grave das Ilhas Salomão, para mais uma grande defesa de Hale.

McPhillip Aisa cobra um livre perigoso e frontal, a poucos metros da baliza defendida por Jonothan Torohia. Porém, o remate potente sai ao lado.

Novamente Naea Bennett remata de uma cobrança de um livre para as Ilhas Salomão, colocando a bola no canto inferior esquerdo sem quaisquer hipóteses de defesa, passando as Ilhas Salomão para a frente do marcador, inaugurando-o aos 11 minutos.

Logo no minuto a seguir, novo golo das Ilhas Salomão, por Nicholas Muri, em que nasce de um pontapé à meia-volta, ressaltando no pé do defesa do Tahiti, resultando num chapéu a Torohia.

Primeiro período muito equilibrado, porém as Ilhas Salomão com mais remates à baliza e consequentemente mais eficácia.

2º período

Pontapé de saída a pertencer ao Tahiti.

Logo no 1º minuto, livre do meio campo para o Tahiti por simulação de pénalti pelo capitão das Ilhas Salomão, James Naka. Remate de Taiarui bastante potente, mas sai ligeiramente ao lado.

James Naka cobra um livre um pouco descaído para a esquerda, sob a linha imaginária da grande penalidade, com muita força, com a bola a passar rente à barra.

Nesta fase do jogo, o Tahiti torna-se mais agressivo e tenta ir para o ataque mais depressa com bolas pelo ar, porém, sem concretização até ao momento.

Fazendo jus à pressão exercida pelas Ilhas Salomão, Muri, passa sobre um jogador do Tahiti com uma finta de belo efeito, que uma vez ultrapassado, remata ao canto direito superior, com um chapéu a Torohia, fazendo o terceiro golo da sua formação.

Logo a seguir, Hale sobressai com duas fantásticas defesas, após um remate e um cabeceamento de recarga proveniente dos homens atacantes do Tahiti.

Rober Laua entra em acção com a cobrança de um livre frontal à baliza do Tahiti, que sai um pouco ao lado desta.

Apesar de um inicio de 2º período mais forte por parte do Tahiti, as Ilhas Salomão continuam a dominar a partida, aumentando a vantagem para 3 golos de diferença, mostrando-se muito superiores com ataques mais organizados e com maior elevada perigosidade, principalmente nos últimos 5 minutos deste período.

3º período

Sai o Tahiti com a bola neste 3º e último período do encontro.

Logo de inicio, Teiva Izal remate com muita força ao lado da baliza das Ilhas Salomão, depois de uma falta a favorecer o Tahiti, sob a linha imaginária da grande penalidade, um pouco descaído para a direita.

As Ilhas Salomão criam duas grandes ocasiões de golo, travadas por duas belíssimas defesas de Torohia, primeiro por intermédio de Laua e depois por James Naka.

Lehartel faz uma falta inútil sobre as Ilhas Salomão, o que resulta num livre directo cobrado por Wale (Timothy),para uma defesa fácil de Torohia.

Zaveroni desperdiça logo a seguir, uma das melhores oportunidades para o Tahiti, rematando ao lado, quando isolado a Hale.

Laua aos 10 minutos factura, colocando as Ilhas Salomão com uma vantagem de 4 a 0, depois de uma grande jogada. Lançamento por parte de Hale que coloca a bola em Naka na zona do pénalti contrário. Este toca um pouco para trás para a finalização do número 7 das Ilhas Salomão.

Nova oportunidade para o Tahiti, desta feita, por Pattrick Tepa, mas a bola a sair um pouco ao lado, num livre frontal a Hale.

John Oita tenta a sua sorte com um livre do meio campo, porém sem efeito, eabola a sair ao lado.

Talvez a melhor oportunidade para o Tahiti, nasce de uma perda de bola por parte da defesa das Ilhas Salomão, com um grande remate de Amau e para uma vez mais, uma grande defesa de Hale.

O golo de honra para o Tahiti surge na cobrança de uma grande penalidade, já nos instantes finais da partida. Pattrick Tepa com um grande remate de elevada potência, faz balançar as redes defendidas por Hale, sem qualquer hipótese de defesa, estabelecendo o resultado final em 4 bolas a 1.

Jogo muito disputado ao nível do meio campo neste 3º período, e mais uma vez, as melhores ocasiões de golo a pertencerem às Ilhas Salomão, que manteve ao longo de todo este período, uma enorme pressão sobre o Tahiti.

O jogo termina com a vitória das Ilhas Salomão por 4 a 1 sobre o Tahiti neste último jogo do grupo, antes da final que se realizará amanhã, num encontro que porá novamente estas duas equipas em confronto.

As Ilhas Salomão mostraram-se constantemente por cima do jogo, apesar do grande esforço do Tahiti. As Ilhas Salomão tendo encontrado mais e melhores ocasiões

para dilatar o marcador, souberam aproveitá-las neste jogo, que sem deixar de ser equilibrado, os homens das Ilhas Salomão contam, com mais uma vitória neste campeonato.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: