Mundialito de Futebol de Praia

29 Nov

Este espectáculo do futebol de praia estreou-se na Praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, em 1994. Foi disputada por 4 equipas (Brasil, Argentina, EUA e Itália) e teve como resultado a consagração da selecção brasileira como a primeira campeã de um mundialito de futebol de praia. A competição marcou também o primeiro torneio internacional da modalidade realizado no Brasil.

Posteriormente, em 1995, nasceu o Campeonato do Mundo de Futebol de Praia, jogado anualmente no Brasil, motivando o esquecimento do Mundialito.

1994: Rio de Janeiro (Praia de Copacabana), Brasil
1997-2004: Figueira da Foz (Praia da Claridade), Portugal
2005-2010: Portimão (Praia da Rocha), Portugal

No entanto, o Mundialito de Futebol de Praia ressuscitou pouco tempo depois, e em território português: na Figueira da Foz, no ano de 1997. Contou, já nessa altura, com 8 países que se degladiararam em busca do título, proporcionando jogos incríveis, assistidos por bancadas lotadíssimas. A tradição manteve-se até 2004, quando o Mundialito se despediu da praia que tão ilustremente acolhera 8 edições da prova.

Em 2005, o local escolhido para a realização da competição foi o Algarve, com a Praia da Rocha a receber o torneio. Portimão passou a ser a sede do Mundialito de Futebol de Praia, situação que se tem vindo a manter até hoje.

O Brasil ganhou o Mundialito de Futebol de Praia em quase todas as edições, mas nem sempre: Portugal também tem estado muito bem e tem melhorado as suas classificações nos últimos anos.

O Brasil ganhou o Mundialito de Futebol de Praia em quase todas as edições, mas nem sempre: Portugal também tem estado muito bem e tem melhorado as suas classificações nos últimos anos.

A competição tem sido dominada pela selecção brasileira, que raramente deixa fugir o título. No entanto, Portugal tem dado uma excelente réplica, sendo a única equipa europeia que já conseguiu vencer a competição.

Nos últimos anos, a selecção nacional conseguiu mesmo a proeza de conquistar o título por duas ocasiões consecutivas, em 2008 e 2009, sempre num grande ambiente dentro de fora do campo.

Têm sido vários os jogadores que entusiasmam os adeptos com a sua técnica nas areias.

Neném, Jorginho, Júnior Negão, Benjamim e Bruno Malias são alguns dos craques brasileiros de maior destaque, enquanto Amarelle esteve em maior evidência do lado espanhol.

De realçar também o simbolismo associado à participação do mítico Eric Cantona, da França, primeiro como jogador e depois como treinador. Mas há muitos outros!

Recordistas do Mundialito de Futebol de Praia

Sucesso de cada Selecção Nacional no Mundialito de Futebol de Praia. Para além do Brasil, só Portugal e EUA conseguiram conquistar o torneio.

Em todo o caso, é com a magia dos heróis portugueses que o público vibra mais: Hernâni, com as suas artes de capitão, Zé Miguel, primeiro como super guarda-redes e depois como carismático treinador, Alan, com a sua habilidade e visão de jogo, Madjer, com as suas acrobacias e remates fulminantes, e Belchior, com a sua garra inconfundível, são só alguns dos nomes mais sonantes.
G
São e foram estes, de facto, os jogadores mais queridos dos adeptos. E com razão, pois os seus desempenhos na competição, diante do seu público que tão exemplarmente os apoia, têm protagonizado excelentes prestações, merecendo todas as honras e aplausos!
G
Mundialito de Futebol de Praia de 2010
H
A Praia da Rocha, em Portimão, recebeu, entre os dias 6 e 9 de Agosto de 2010, os jogos do XV Mundialito de Futebol de Praia que contou com a presença das representações de Portugal, Argentina, Brasil e Estados Unidos. A Equipa das Quinas – que em Julho garantiu a presença no Mundial deste ano –  depois de ter erguido o troféu em 2003, 2008 e 2009, sempre depois de disputar a final com o Brasil,  foi o Brasil que desta vez levou a melhor. Os “canarinhos” têm sido, aliás, os grandes dominadores da prova, com dez vitórias, tendo os Estados Unidos da América triunfado numa ocasião, em 1998.
H
Para a edição de 2010, o Seleccionador Nacional, José Miguel, chamou os seguintes jogadores (entre parêntesis o número com que os atletas actuaram no Mundialito):
J
Guarda-Redes: Graça [22] e João Carlos [22]
Defesas: Coimbra [2], Marinho [9] e Bilro [11]
Avançados: Jordan [4], Alan [6], Madjer [7], Loja [15] e Bruno Novo [18]
H
Eis alguns vídeos de jogos da competição, que consideramos particularmente apelativos e interessantes, relativos aos jogos Portugal vs EUA, Brasil vs EUA e Argentina vs EUA:
N
B
N
No jogo que decidia o torneio, fomos derrotados pela selecção canarinha. A partida realizou-se a 8 de Agosto de 2010, na Praia da Rocha, em Portimão, num ambiente verdadeiramente espectacular.
Na Praia da Rocha, em Portimão, depois de dois primeiros períodos em branco, apesar de as duas equipas terem criado várias oportunidades de golo, o Brasil adiantou-se logo no primeiro minuto do derradeiro parcial, com um golo de Daniel, na marcação de um livre.

Pouco depois, Bilro, que tinha feito a falta que originou o livre do primeiro golo, viu o cartão amarelo pela segunda vez por protestos e, a jogar com menos um, Portugal sofreu o segundo golo, apontado por Anderson, aos quatro minutos do terceiro período.
in Expresso

Apesar da derrota pesada da Selecção Nacional por 4-0, o jogo foi de grande equilíbrio durante os dois primeiros períodos (não houve golos nessas duas etapas) e o final do jogo prometia muita emoção, numa epopeia que não chegou a acontecer devido aos excessivos erros do árbitro espanhol Ruben Eiriz Mata.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: